Escalada

A pedra perguntou ao martelo que o espancava:
– Por que me quebras assim?
O martelo não respondeu, contudo, em breve tempo, o
bloco burilado se fez destaque na base de formoso edifício.

O minério indagou do forno super aquecido que transmutava:

– Dize a razão pela qual me enlouqueces de sofrimento.
O forno silenciou, no entanto, depois de alguns dias,
apareceu na condição do aço em alto preço.
O tronco argumentou com a lâmina que o serrava:
Por que me atormentas?
A lâmina permaneceu muda, mas, após algumas
semanas, o tronco dividido em folhas diversas, era a
estrutura principal de um barco importante.
O barro interrogou ao molde que o constrangia:
– Por que me oprimes tanto?
O molde não formulou resposta alguma, entretanto,
além de algum tempo surgiu na loja por vaso raro.
O homem igualmente, vezes sem conta, interpela Deus:
– Senhor, porque me martirizas e me afliges?
Deus, porém, não responde.
Acontece que o espírito humano dispõe de livre
arbítrio para aceitar ou não a dor que o aperfeiçoa.
Enquanto recalcitra contra as leis do progresso e do
aprimoramento próprio, sofre e deblatera,
indefinidamente; no entanto, quando se decide a
obedecer aos princípios que lhe controlam a
escalada para a Grandeza Suprema do Universo,
chega sempre o dia no qual vem a saber os prodígios
de sabedoria e amor, luz e beleza em que Deus transformará.

[Meimei]

Anúncios

Fale-nos o que achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s